MAS O QUE É YOGA MESMO?

Gostamos de explicar pouco e incentivar a experiência!

Experimente uma aula de Yoga e perceba no seu corpo e na sua mente os benefícios dessa prática milenar. O objetivo de Yoga é o aquietamento da mente e um estado, por meio da quietude mental, de conexão com você mesmo, a natureza, a existência. Na escola nós praticamos Yoga de diversas formas, através de estudos, mantras, meditação, mas é a prática das posturas físicas (asanas) a nossa principal prática.

 

Yoga: é a qualidade de disciplina, equilíbrio, devoção, força e amor estabelecidos e constantes. Yoga é aqui e no agora. 

Disciplina: a qualidade de manter uma rotina saudável tanto em períodos agradáveis quanto em períodos sem as condições ideais. Acorde em você a sua disciplina, mantenha a rotina de prática mesmo online. Faz bem para você, portanto faz bem também para aqueles que convivem com você. 

 

Equilíbrio: a qualidade de encontrar um eixo quando os estímulos que vem de fora te levam ou para euforia ou para a depressão. Equilíbrio é fundamental nos períodos em que a vida lá fora oscila muito. As posturas de equilíbrio na prática te ajudam a encontrar este eixo no corpo e a presença te auxilia a encontrar esta qualidade na mente.

 

Devoção: a qualidade de se manter confiando em uma ordem cósmica nos momentos em que os movimentos da vida nos agradam e nos momentos em que estes movimentos são contrários aos desejos do nosso ego. A devoção é um elemento da prática do Hatha Yoga, presente da primeira até a última respiração da prática, mas em especial na saudação ao Sol.

 

Força: a qualidade de fazer as ações necessárias nos momentos necessários mesmo que isso exija esforço. As posturas de força estão presentes em todas as práticas de Hatha Yoga e despertam esta qualidade na prática no tapete e fora dele. A força é nutrida pela prática regular e necessária para existir no mundo das ações e da impermanência.

Amor: a qualidade de ser a sua real natureza e se mover dançando nela. O amor está presente na prática como um todo, mas em especial na decisão de praticar. É um ato de amor fazer um mergulho profundo na busca por autorrealização.

Permita-se e experiencie.

Boas práticas!